Biotecnologia – Portugal

Workshop Personalized Medicine 27/05/2010

Filed under: Biotecnologia,Eventos — Hugo Azevedo @ 13:52
 
 
 
 

18-06-2010

Biocant, Cantanhede

 
The workshop entitled “Personalized Medicine” is organized by the MIT-Portugal Program (http://www.mitportugal.org/) and has the support of Massachussetts Institute of Technology (MIT, USA), Centre for Neurosciences and Cell Biology (CNC, Associate Research Laboratory located at the University of Coimbra) and Biocant (Biotechnology Park located at Cantanhede).
 
The aim of the event is to promote the interaction between industry, universities/research centers and government to discuss relevant topics related to innovation, regulatory and commercialization in personalized medicine.

Registration

Anúncios
 

Primeira célula viva com genoma completamente sintético 26/05/2010

Filed under: Biotecnologia,Notícias — Hugo Azevedo @ 16:55

 

Colónia de Mycoplasma mycoides

Cientistas norte-americanos anunciaram a criação da primeira célula viva com um genoma sintético, assim como as possíveis aplicações desta descoberta: compreensão dos mecanismos da vida e produção de vacinas ou mesmo de ingredientes alimentares.

O anúncio foi feito por Craig Venter, fundador do Instituto com o mesmo nome, nos Estados Unidos, e co-autor da primeira sequenciação do genoma humano em 2000.

Segundo Craig Venter, “Este cromossoma – o elemento portador da informação genética – foi produzido a partir de quatro frascos de substâncias químicas e um sintetizador, e tudo começou com informações informáticas”.

Para o investigador, a descoberta é um “passo importante científica e filosoficamente”.

“Mudou o meu ponto de vista da definição de vida e do seu funcionamento”, acrescentou o investigador, cujo trabalho foi publicado na Science.

Esta descoberta pode também ser importante para desenhar algas, que podem capturar o dióxido de carbono e produzir outros tipos de hidrocarbonos, que podem ser utilizados em refinarias.

Novas substâncias

Poderá ainda permitir a criação de novas substâncias ou ingredientes alimentares, produção de vacinas e até bactérias para limpar a água.

“É uma ferramenta muito poderosa para projectar o que queremos que exista em Biologia”, resumiu.
Em 2008, Vender e a sua equipa anunciaram que tinham conseguido um genoma bacteriano cem por cento sintético.

Para criar esta célula, foi feita uma cópia do genoma existente, o de uma bactéria (Mycoplasma mycoides), mas com sequências de ADN adicional.

Posteriormente, transplantaram o genoma sintético da bactéria para outra, denominado capricolum microplasma, conseguindo “activar” as células deste último.