Biotecnologia – Portugal

BIOMED III Novo centro de investigação multidisciplinar de Coimbra, até 2014 31/01/2011

Filed under: Biotecnologia,Notícias — Hugo Azevedo @ 17:01

BIOMED III irá acolher 250 investigadores

Até 2014, a Universidade de Coimbra (UC) pretende criar um novo centro de investigação multidisciplinar nas áreas da biomedicina e biologia celular e molecular, no Pólo das Ciências da Saúde, com capacidade para receber 250 investigadores.

Representando um investimento da ordem dos 15,5 milhões de euros, com financiamento comunitário aprovado recentemente, esta nova unidade científica e tecnológica – o BIOMED III – integra-se nas estruturas de investigação em biomedicina e ciências da saúde daquele pólo universitário.

 

“Desde sempre considerámos que esta área era um dos importantes focos de desenvolvimento da universidade, da cidade e da região”, disse hoje o reitor da UC, Fernando Seabra Santos, à Agência Lusa.

A construção do BIOMED III , inserida no plano de desenvolvimento da Faculdade de Medicina no Pólo das Ciências da Saúde, reforçará a “vasta estratégia que tem vindo a ser implementada com acções concretas verdadeiramente estruturantes, congregando e mobilizando a região tendo em vista o seu sucesso na criação de riqueza, através de produtos inovadores e de valor acrescentado nesta área”, realçou Fernando Guerra, pró-reitor da UC.

  

Constitui “uma peça fundamental no ecossistema de inovação da região Centro, valorizando toda a dinâmica de inovação nesta área prioritária de desenvolvimento loco-regional, assegurando efeitos multiplicadores no desenvolvimento da comunidade”, acrescentou ainda.

O novo centro, integrado no mais abrangente BiomedUC, vai promover a interdisciplinaridade nos domínios da biomedicina, biologia celular e molecular aplicada às ciências da saúde e terá como áreas prioritárias de investigação o envelhecimento, neurociências e doenças degenerativas, oncologia e meio-ambiente e a imunologia, entre outras.

   

“A massa crítica de investigadores altamente qualificados, os benefícios da concentração de recursos tecnológicos diferenciados e a sua proximidade às entidades utilizadoras finais optimizará o tempo entre os resultados de investigação e a possibilidade de desenvolvimento de novos produtos ou terapias numa translação para o mercado, disponibilizando um enorme potencial de inovação ao tecido empresarial”, disse Fernando Guerra.

De acordo com o reitor da UC,não é muito comum em Portugal” juntar 250 doutorados num mesmo local físico. “Não é a única unidade, mas estamos em Coimbra a fazer aquilo que é preciso fazer: criar escala e estruturas com uma dimensão que lhes permitam ser eficientes e contribuir para o esforço global do país nesta aventura de tentar transformar a nossa economia numa economia do conhecimento”, frisou Seabra Santos.

  

By: CiênciaHoje

 

BIOCANT lança Prémio Inovação e Empreendedorismo 26/01/2011

Filed under: Biotecnologia,Eventos,Notícias — Hugo Azevedo @ 16:10
 O BIOCANT, o Crédito Agrícola, e a AD ELO – Associação de Desenvolvimento Local da Bairrada e Mondego lançaram, no dia 25/01/2011, no auditório do Biocant, a primeira edição do concurso Prémio Inovação e Empreendedorismo.
 
 Trata-se de um concurso bianual, composto por duas vertentes, tal como a sua designação já o indica, sob as quais se pretende impulsionar:

  

– Inovação – valorizando os projectos relacionados com a biotecnologia e ciências da vida;

   

– Empreendedorismo – impulsionando o desenvolvimento de projectos com aplicabilidade empresarial, que valorizem produtos endógenos e contribuam para a competitividade da região e para o seu desenvolvimento integrado e sustentável.

   

Os projectos vencedores deverão demonstrar o seu potencial de inovação para que possam vir a ser utilizados como exemplo da existência de novos modelos e paradigmas de inovação e desenvolvimento na região centro do país.

   

Este projecto conta com o envolvimento dos parceiros e de outras entidades, tais como as universidades, entre outras instituições públicas.

   

Para além do prémio, estão equacionados vários tipos de ofertas com o objectivo de apoiar o lançamento e desenvolvimento do projecto/empresa, no intuito de manter um relacionamento  duradouro.

   

Esta iniciativa visa contribuir para a fixação de pessoas qualificadas nesta região, para o aumento dos postos de trabalho, para o desenvolvimento da região em inovação e de forma sustentada e  responsável.

 

Mais informações AQUI

 

6th Annual International Meeting Portuguese Society for Stem Cells and Cell Therapies 11/01/2011

The 6th Annual International Meeting (www.spce-tc.org) is designed to examine some of the newest concepts, technical approaches, and recent findings related to the topic of stem cells and cellular therapies. The “state of the art” of many aspects of stem and cell therapy research will be discussed. The meeting will include oral and poster sessions, round table discussions and keynote lectures. Many current topics in this interdisciplinary area of research will be highlighted through several keynote lectures given by world recognized scientists.

   

Keynote Speakers already confirmed:
Tariq Enver – Cancer Stem Cells
Carsten Werner – Stem Cells Engineering and Tissue Engineering
Magdalena Gotz – Neural Stem Cells
Keisuke Kaji – Inducible Pluripotent Stem Cells

   

Crioestaminal Award for best oral presentation
Crioestaminal, S.A., has decided to join this event as main sponsor and, as in previous editions, also attributting an award for the best oral presentation. All presentations will be evaluated by a committee of experts and the best work author will be given an award of 300 Euros and an additional gift offered by Crioestaminal.

   

Registration:

   • SPCE-TC Members* : 180€

   • Non Members** : 230€

   • Undergraduate students : 30€

More Information

 

Proibir produção de OGM na Europa é “ridículo e desastroso”, comenta Pedro Fevereiro 06/01/2011

Filed under: Biotecnologia,Notícias — Hugo Azevedo @ 12:24

Pedro Fevereiro: Presidente do CIB

A modificação genética de organismos é um tema que levanta questões éticas e que  divide a opinião pública por haver dúvidas quanto à segurança e qualidade dos produtos que derivam dessa tecnologia. 

 

Tendo por base a  investigação realizada  nesta área nos últimos dez anos e co-financiada pela União Europeia (UE) em 200 milhões de euros, a Comissão Europeia (CE) publicou recentemente um relatório onde sumariza os resultados de 50 projectos e assevera que a utilização de organismos geneticamente modificados (OGM) não representa riscos  para o ambiente e para a saúde humana e animal. 

 

Na sequência da publicação deste relatório, Pedro Fevereiro, presidente do  Centro de Informação de Biotecnologia (CiB) revelou ao “Ciência Hoje” que não foi surpreendido com as conclusões publicadas, mas que fica “admirado” por, perante este resultados, não haver decisores políticos europeus “com coragem” para aprovar esta tecnologia. 

 
“Ao longo de 25 anos Europa gastou  300 milhões de euros em investigação, foram publicadas centenas de artigos de trabalho científico cuja conclusão é que as variedades vegetais transgénicas não produzem risco acrescido na sua utilização em comparação com as tradicionais. Mas continua a haver contestação e os pareceres políticos continuam a ser negativos”, constatou. 
 

O  investigador de biotecnologia vegetal sublinhou que as maiores vantagens do recurso a transgénicos verificam-se sobretudo ao nível da produção. Para além destes produtos poderem ser mais resistentes a doenças provocadas por fungos, nemátodes e vírus, pelo que implicam um uso menor de pesticidas, possibilitam o aumento da produtividade e reduzem o uso de máquinas agrícolas, havendo uma consequente redução de emissões de carbono.  

 

A estas mais-valias  observadas em centenas de artigos científicos, sublinhou o investigador, acresce o facto de “não haver fundamento” para os argumentos utilizados pelos grupos anti-transgénicos, segundo os quais, estes produtos provocam doenças ou perdas de biodiversidade. “Manter estas posições é ridículo, do ponto de vista político e científico, e desastroso, ao nível agronómico”, disse ainda. 

Europa reconhece vantagens dos OGM mas não facilita produção!

As variedades vegetais transgénicas são actualmente produzidas em dez por cento do solo arável disponível no mundo, sendo os principais produtos abrangidos por esta tecnologia a  soja, o milho, o algodão e  a colza. “Na Europa, a percentagem é mínima, mas nos Estados Unidos, por exemplo, 80 a 90 por cento da soja é transgénica”, precisou o investigador. 

 

De acordo com este especialista, as empresas de biotecnologia europeias não conseguem desenvolver novos produtos devido à hesitação política em agilizar os processos de aprovação de novas variedades obtidas por modificação genética. “Passados 17 anos de utilização de OGM, sem qualquer problema, as pessoas continuam a batalhar pela proibição”, lamentou, acrescentando que “mesmo quando os pareceres científicos garantem a qualidade dos produtos”, ao nível político não são aprovados na Europa.

 

Pedro Fevereiro destacou ainda a “reticência europeia” face à realização de ensaios de campo com OGM, sublinhando que Portugal não é excepção. “Cá é extremamente difícil aprovar ensaios de campo com estas variedades, algo que não se verifica  em países de outros continentes. É incompreensível esta dificuldade dado o conhecimento científico dar indicações de que não existem problemas com estes produtos”, concluiu. 

by: CiênciaHoje
 

Os números de 2010 02/01/2011

Filed under: Notícias,Uncategorized — Hugo Azevedo @ 21:03

As estatísticas do WordPress.com analisaram o desempenho deste blog em 2010 e apresentam-lhe aqui um resumo de alto nível da saúde do seu blog:

Healthy blog!

O Blog-Health-o-Meter™

Números apetitosos

Imagem de destaque

. Este blog foi visitado 17,000 vezes em 2010. .

Em 2010, escreveu 34 novo artigo, aumentando o arquivo total do seu blog para 140 artigos. Fez upload de 45 imagens, ocupando um total de 11mb. Isso equivale a cerca de 4 imagens por mês.

De onde vieram?

Os sites que mais tráfego lhe enviaram em 2010 foram esb.ucp.pt, pt.wikipedia.org, pt.wordpress.com, google.pt e superbock.pt

Alguns visitantes vieram dos motores de busca, sobretudo por biotecnologia, soja, cultura de células, biotecnologia em portugal e celulas estaminais

Atracções em 2010

Estes são os artigos e páginas mais visitados em 2010.

  1. Super BLOG awards Fevereiro, 2010
  2. Células estaminais têm um elevado potencial para biotecnologia da saúde Junho, 2010
  3. Curso Livre: Cultura de Células Animais Junho, 2010
  4. Produtores de milho defendem utilização de biotecnologia no sector Abril, 2010
  5. Instituto de Engenharia de Tecidos e Medicina Regenerativa inaugurado em Guimarães Junho, 2010