Biotecnologia – Portugal

O Futuro É Deles 2012: Carlos Faro, Director fundador do Biocant 19/12/2011

Filed under: Biotecnologia,Notícias — Hugo Azevedo @ 14:28

Artigo publicado a 16 de Dezembro de 2011 na Revista: Notícias Magazine, do Diário de Notícias

Ler artigo completo AQUI


No próximo ano, vamos ouvir falar (ainda mais) destas 12 brilhantes promessas que estão a destacar-se em várias áreas. É nisso que acreditam os 12 profissionais de renome a quem pedimos ajuda para elaborar a lista. Eles vão estar atentos. Nós também.


CIÊNCIA


A escolha de Carlos Fiolhais, professor catedrático, director do Centro de Física Computacional da Universidade de Coimbra e divulgador de ciência.


Carlos Faro


Descodificar o genoma nacional

 ..

O currículo brilhante não o qualifica exactamente como revelação, mas Carlos Fiolhais, possivelmente o físico mais famoso de Portugal, garante que o trabalho desenvolvido por Carlos Faro em Cantanhede é ímpar e que vai dar que falar em 2012. Director fundador do Biocant, o primeiro parque de Biotecnologia em Portugal, Carlos Faro é professor de Biologia Molecular e Biotecnologia da Universidade de Coimbra e prepara-se para lançar um projecto ambicioso: a longo prazo, o Porgene poderá levar à descodificação do genoma de toda a população portuguesa. Em parceria com a Universidade de Coimbra e a empresa Critical Software, o primeiro passo será a sequenciação do genoma de cem portugueses, entre os quais estarão ele próprio e o professor Carlos Fiolhais, um dos parceiros desta missão, numa amostra que se pretende representativa da população nacional.


Cumprida a meta de longo prazo, por enquanto incomportável do ponto de vista financeiro, é um admirável mundo novo que se abre em termos médicos. «Explicado de uma forma muito simples: se tem problemas de colesterol, conhecendo o seu background genético, o médico pode receitar-lhe um fármaco “à medida”, aumentando em muito a sua eficácia. A medicina tornar-se-ia personalizada, podendo ser adoptadas estratégias de prevenção e terapêutica ajustadas ao perfil genético de cada um, o que representaria uma enorme redução de custos ao Sistema Nacional de Saúde.» Se existisse uma base de dados genética de todos os portugueses, seria possível, por exemplo, ver automaticamente se existia um dador compatível de medula para o filho do jogador de futebol Carlos Martins. É a este projecto, com grandes potencialidades, mas também alguns desafios éticos e legais, que Carlos Faro dedicará, em exclusividade, o ano 2012, e a maioria das horas do seu dia. O que não será problema. «Quem trabalha nestas áreas não desliga, porque o trabalho é um prazer. Há sempre tempo para mais.» Catarina Pires, DN

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s