Biotecnologia – Portugal

Microarray Applications in Biomedicine – Workshop 18/06/2012

Filed under: Biotecnologia,Eventos — Hugo Azevedo @ 22:09
Tags: , , , , , , ,

Under the ShareBiotech European Project, Biocant would like to invite you to the Workshop on Microarray Applications in Biomedicine, which will be held on July 5th. The theme of this meeting was identified as one of the most prevailing needs reported by research groups and companies to the project team.

This workshop, whose panel includes speakers from clinical centers and research groups, is a unique opportunity for companies, physicians, researchers and other stakeholders with needs or intervention in the Microarrays field to meet and discuss the potentials of their applications in Biomedicine.

The invited national and international speakers will present the cutting edge advances on the usage of genomic approaches on key areas as Oncology, Cardiology and Cytogenetics, obtained through the extensive analysis of mRNA, miRNA, DNA and DNA methylation by Microarrays.

This event, aimed at strengthening the nexus of scientific organizations, industry and clinical centers, results from the European project ShareBiotech – Sharing life science infrastructures and skills to benefit the Atlantic area biotechnology sector. This project, led by two French institutions (Bretagne Innovation and CRITT Santé Bretagne), is a partnership composed by 10 institutions (including Biocant) from 4 Member States (France, Portugal, Spain and Ireland).

We would like to invite you and your colleagues to participate in this event, the participation is free, and you are only required to register in the wokshop’s webpage, where you can also find additional information.

For more information visit: http://www1.biocant.pt/microarrays/index.php

 

II Encontro – Biotecnologia e Agricultura: O Futuro é Agora

Filed under: Biotecnologia,Eventos — Hugo Azevedo @ 14:07
Tags: , , , , , ,

Biotecnologia Portugal, ESAC

 

Technophage assina acordo para iniciar os ensaios clínicos de medicamento biotecnológico 12/06/2012

Filed under: Biotecnologia,Notícias — Hugo Azevedo @ 11:35

A biotecnológica Technophage prepara-se para avançar com os ensaios em seres humanos do primeiro medicamento biotecnológico desenvolvido em Portugal

 

A TechnoPhage trata-se de uma empresa de biotecnologia instalada no Instituto de Medicina Molecular, em Lisboa, que conta actualmente com 14 investigadores. A TechnoAntibodies, uma empresa que pertence ao grupo technophage, esta a desenvolver anticorpos de pequenos domínios contra alvos específicos em várias doenças humanas. O TA_101 é um anticorpo de pequeno domínio contra TNF-α actualmente em desenvolvimento terapêutico para doenças inflamatórias e auto-imunes tais como a artrite reumatóide. Os estudos de eficácia, desenvolvimento de processo e segurança / toxicologia estão actualmente em curso e a TechnoPhage tenciona apresentar um pedido de Clinical Trial Application (CTA) para o TA_101 na Agência Europeia de Medicamentos (EMA) em 2012.

 

A TechnoPhage submeteu um pedido provisório de patente nos EUA para este produto em 2011 e também apresentou e possui pedidos de patente para as tecnologias subjacentes de anticorpos de domínio único. Entretanto, assinou ontem um acordo de colaboração com o Shangai Institute of Materia Medica (SIMM), uma instituição de Investigação estatal administrado sob as leis da República Popular da China.

 

O SIMM é uma instituição de topo na República Popular da China na descoberta e desenvolvimento de fármacos. Muitos fármacos têm sido desenvolvidos desde a sua criação. Entre eles estão o artemether, o dimercaptosuccinato de sódio, e o huperzine que receberam reconhecimento internacional. Esta parceria prevê a colaboração em estudos pré-clínicos e clínicos do TA_101, a fim de gerar dados para apoio ao registo regulamentar de aprovação da comercialização do TA_101 para o futuro tratamento da artrite reumatóide e outras doenças auto-imunes e inflamatórias na R.P. China. Esta parceria vai permitir avançar até ao fim do ano com ensaios clínicos nesse país.

Miguel Garcia, CEO da TechnoPhage, explica que a confidencialidade é regra de ouro nestes movimentos, mesmo com raiz científica. As explicações têm por isso de ser mais abstractas do que se podia pensar quando se visita o IMM, parceiro de trabalho da biotecnológica desde o início. Ainda assim, o fundador da Technopage e director executivo explica parte da receita do novo medicamento, que depois do antiepiléptico desenvolvido pela Bial é o segundo de patente portuguesa a ir tão longe no longo e caro percurso de desenvolvimento de novos medicamentos.

 

Além dos ensaios clínicos na China, que se o medicamento vencer as fases de ensaio clínicos só servirão para a comercialização local, a Technophage está à procura de parceiros na Europa ou EUA para poder submeter o produto aos reguladores de medicamentos ocidentais.

 

 

BIAL inaugura em Espanha nova Unidade Produção e Investigação em Biotecnologia 04/06/2012

Filed under: Biotecnologia,Notícias — Hugo Azevedo @ 22:00

Aposta de sucesso na Biotecnologia representa investimento de €40M


  • Investimento de €12M ao nível de infraestruturas, estando previstos mais €28M
  • Cerimónia oficial de inauguração presidida por sua Alteza o Príncipe das Astúrias
  • BIAL posiciona-se para ser um dos principais players na comercialização e desenvolvimento de vacinas e meios de diagnóstico
  • Projeto viabiliza entrada nos mais importantes mercados da Europa
  • Imunoterapia representa 10% do volume de faturação do grupo
  • BIAL cresce mais de 20% em Espanha

 

 

O Grupo BIAL inaugura oficialmente a sua nova Unidade Integrada de Produção e Investigação, localizada no Parque Tecnológico da Biscaia, Bilbau, Espanha. A cerimónia oficial de inauguração é presidida por Sua Alteza o Príncipe das Astúrias, contando igualmente com a presença de figuras de Estado de Portugal e de Espanha e outras entidades institucionais do País Basco.

A nova unidade envolveu um investimento de €12M ao nível de infraestruturas, estando previstos até 2020 mais €28M destinados aos projetos de desenvolvimento de vacinas antialérgicas e meios de diagnóstico.

BIAL: um player de referência na área da imunoterapia “É para nós uma enorme honra poder contar com a presença do Príncipe das Astúrias na inauguração oficial deste nosso projeto que representa o estado da arte ao nível da produção, investigação e desenvolvimento de vacinas e é a base para desenvolver o negócio da imunoterapia alérgica onde BIAL quer assumir uma dimensão internacional”, admite, António Portela, CEO do Grupo BIAL.

O Centro de Excelência localizado em Bilbau concentra 28% dos recursos humanos de BIAL Espanha, que conta com 276 colaboradores, e a área de imunoterapia representa 10% do volume de faturação do grupo. A equipa de I&DI é multidisciplinar, contando com 20 técnicos e cientistas com formação nas áreas da biologia, biotecnologia, medicina e farmácia. “Temos uma equipa com forte know how e temos hoje condições que nos permitem dar um salto qualitativo no negócio da imunoterapia, nomeadamente ao nível do lançamento de novas vacinas que perspetivamos possa ocorrer já em 2015.”

Edificio 401.Parque Científico y Tecnológico de Bizkaia. 48170 – Zamudio

Com uma área total de 4200m2, atualmente nas novas instalações de BIAL em Bilbau são produzidas 250 mil vacinas e testes de diagnóstico, existindo capacidade para atingir a produção de 2 milhões de frascos de vacinas por ano.

BIAL assume assim uma dimensão competitiva em relação a outras farmacêuticas estrangeiras que operam nesta área de negócio, permitindo a entrada em novos mercados, nomeadamente, a Alemanha e a França, os mais importantes mercados na Europa, entre outros como Polónia, Áustria, Suíça e Hungria.

A nova unidade de BIAL tem como base processos de biotecnologia e permitirá a investigação e produção de vacinas antialérgicas personalizadas, alergénios recombinantes, autovacinas e vacinas microbiológicas e diagnósticos in vivo e in vitro para alergias. O projeto integra as Boas Praticas de Produção (cGMP) e obedece aos requisitos das entidades regulamentares, nomeadamente da FDA Americana e da EMA na Europa.

Espanha: principal mercado internacional e pilar do projeto de internacionalização Atualmente, BIAL é um dos principais grupos farmacêuticos da Península Ibérica, ocupando uma posição de liderança na produção de produtos de imunoterapia alérgica. Espanha é o principal mercado internacional e pilar do projecto de internacionalização da empresa. A entrada no mercado espanhol deu-se em 1998 com a compra da empresa Ifidesa Aristegui que detinha instalações no centro de Bilbau, onde BIAL Espanha esteve sedeada até agora.

BIAL Espanha é membro do European Allergen Manufacturers Group, participando no plano da plataforma de promoção de actividades I+D+i, onde está classificada como “empresa com significativa atividade de investigação com fábrica e centro de I&D próprios”. Em 2011 a faturação de BIAL em Espanha foi de cerca de €30M, o que representa um crescimento de mais de 20% face ao ano anterior.

A investigação de novas soluções terapêuticas continuará a ser um dos alicerces da expansão internacional do grupo BIAL que prevê, até 2020, colocar no mercado mais novos medicamentos de sua própria investigação. BIAL tem canalizado nos últimos anos cerca de 40 milhões de euros para I&D (mais de 20% da sua faturação) que está centrada no sistema nervoso central, no sistema cardiovascular e novos avanços no tratamento de alergias.

Nos últimos anos BIAL iniciou um importante processo de expansão e hoje tem produtos em 50 países. As vendas de BIAL nos mercados internacionais já representam 40% do total do volume de negócios da empresa. O Grupo detém também instalações em Itália, em Moçambique, em Angola, na Costa do Marfim e no Panamá.

A farmacêutica conta com cerca de 900 colaboradores e o seu volume de negócio é de cerca de 140 milhões de euros.